in

Filtro de combustível: quando trocá-lo?

Função do filtro de combustível

Como o próprio nome mostra, essa peça filtra o combustível que passa pelo motor, seja movido a gasolina, álcool ou diesel, evitando que impurezas prejudiquem sua estrutura.

Assim, o filtro também impede que partículas que estejam no tanque do carro, como ferrugem, pó, água ou sujeira, cheguem à bomba de combustível e ao bico injetor, conservando a sua vida útil.

Dificuldade para arrancar com o carro

Como já falamos, o filtro de combustível está localizado entre o motor e o tanque, limpando o combustível que anda entre um e outro. Isso significa que a peça está obstruída, o líquido encontra mais dificuldade para andar entre esses dois pontos.

Naturalmente, isso vai alterar o processo de ignição do veículo e, por isso, é um dos primeiros sintomas de que existe impurezas no equipamento.

Se o combustível não chega até o motor rapidamente, o motorista terá muitas dificuldades para dar partida no veículo. Nesse cenário, o fluxo pode ficar bastante fraco e impedir o funcionamento correto do automóvel, sendo necessário fazer logo a troca desse material.

Imagine a cena: o motorista está no farol vermelho e, assim que o sinal verde é disponibilizado, o carro não consegue arrancar, impedindo o tráfego na via. Além de comprometer a segurança do condutor, isso pode causar sérios acidentes e colocar em risco a vida de muitas pessoas no trânsito.

Perda de eficiência no consumo

Nesse caso, o resultado é perder combustível extra dentro do próprio sistema, ou seja, ele não queima adequadamente. Para notar o problema, pergunte ao motorista se o consumo de combustível está anormal, acima da média. Se a resposta for positiva, então pode ser uma boa ideia verificar o filtro.

Assim, investir em uma substituição sairá mais barato do que pagar por mais combustível do que é preciso. Afinal, sabemos que os preços nos postos brasileiros sobem todos os dias, não é mesmo?

Aparente falta de combustível

Esse cenário é bastante comum caso o filtro de combustível esteja obstruído. Se o motorista deixar esse problema persistir por muito tempo, pode ser preciso pedir um reboque em algum momento ou abastecer sem necessidade.

Mais uma vez, pagar pela prevenção é a melhor saída, pois os prejuízos serão altos ao gastar com as complicações que acontecerão depois.

Motor engasgando ao acelerar

Outro problema bastante comum quando o filtro de combustível não está em condições boas é o “para e anda” repentino, como se as rodas travassem e soltassem a cada 2 segundos. Apesar de casos como esse acontecerem por diversos motivos, como problemas na marcha e defeitos na ignição, eles são frequentes quando o filtro possui algum problema.

Aparecimento de ferrugem no filtro

Ferro, água e ar: basta somente esses três elementos para que ocorra a oxidação do ferro, uma reação química popularmente conhecida como ferrugem.

Quando um carro demonstra sinais de que uma peça está enferrujada, é hora de tomar muito cuidado, pois isso quer dizer que alguma parte está em desgaste. Assim, o problema deve ser corrigido o quanto antes para não haver danos maiores no futuro.

Já no caso do filtro de combustível, a situação também não é diferente. Se existe ferrugem nesse equipamento, problemas irreparáveis podem acontecer no sistema de injeção do veículo, comprometendo seu funcionamento.

O ideal é orientar o motorista a procurar um profissional de confiança para trocar a peça. Assim, o processo será realizado de forma segura e terá a garantia de um serviço de qualidade. Afinal, um encaixe errado prejudica bastante o motor do veículo em médio e longo prazo.

No entanto, mesmo que o equipamento não mostre problemas, a troca é recomendada, em média, a cada 10 ou 15 mil quilômetros.

Também é importante verificar o manual do veículo para obter uma informação mais precisa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

motos

Dicas de mecânica para motos que você precisa saber

moto

6 dicas para prevenir o roubo de moto